Um instante esperado

Há algum tempo tenho me sentido confusa, muitas coisas pensado e pouco exposto.
Motivos? Não sei bem ao certo. Um tanto por não conseguir me concentrar, um tanto por não saber ao certo o que dizer, como, nem por que.
Não sei o que acontece, momentos ruins até me inspiram e sei que este não é o caso.
Está tudo bem, assim me parece, mas algo em mim não soa como antes.
Devo dizer que muitas vezes tentei escrever algo, e nada me pareceu digno de ser publicado. Inúmeras linhas tortas que não se entrelaçam nem fazem sentido algum.
Estes dias e dias que não pedem passagem, os probleminhas e as faltas de não sei o que. Eu perco o controle e o ritmo que eu deveria manter.
Mas está tudo bem, e não importa o quanto ainda eu tenha que tentar.
Eu só quero estar aqui, sentada neste mesmo sofá. E um dia numa distração qualquer esta pessoa da qual sinto falta, irá voltar.

Comentários

  1. Posso dar uma dica? Escreva! Mesmo que não pareca fazer sentido, mesmo que pareça feio e sem graça, às vezes, e muitas vezes, não passa de coisas da nossa cabeça. Outras vezes é o próprio processo de amadurecimento do escritor.

    MEUS primeiros escritos eram UM LIXO, hoje às vezes eu escrevo e ainda vejo ali um lixo. Mas no começo todos eram, eu sabia disso, mas eu postava porque precisava colocar pra fora e me aprimorar. Hoje eu ainda não acho que escrevo bem, ainda tenho que melhorar, e posto os textos mais ou menos pra um dia escrever bem.

    Você escreve bem e gosto do que escreve, por isso te sigo srsr, mas não pode ter medo, tem que expor, só assim a gente cresce.

    ResponderExcluir
  2. Todos os que queremos bem verdadeiramente, um dia, iremos reencontrar...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

E o que eu tenho feito da vida?

E nada