Páginas

terça-feira, 2 de novembro de 2010

falsa imagem

psicodelic 
Eu não preciso de ídolos em minha parede
Nem de uma casa cheia pra não me sentir só
Não preciso que me digam como pensar nem agir
Nem de respostas de perguntas que eu não fiz
Alternativas? Também não as preciso
Talvez nenhuma delas seja válida no final
Se eu preciso de algo, é não me enganar
Não precisar de meio abraço
Nem de elogio falso
Só preciso de pensamentos soltos
Nada catalogado
Ou superficial
Essa minha falsa imagem
É tão pouco do que sou e tão pouco do que penso
Se me exponho ou me escondo, não importa
Poucos se importam, poucos querem saber afinal.

7 comentários:

  1. Minhas referências vem de diversas experiências e inclusive de ídolos e pensamentos alheios.. Não é esse o ponto na verdade, o que estou querendo dizer aqui é de superficialidade, exterioridades. Se somos realmente o que mostramos, e até que ponto as pessoas conseguem nos ver sem artifícios de imagem.

    ResponderExcluir
  2. Complicado, minha querida! mas talvez haja uma ponta solta por onde eu possa pegar...há sempre...porque não há "crimes" perfeitos...
    Para já acho-te uma jovem linda e, como é natural, cheia de sonhos...Também já fui assim!!
    Gostei da personalidade que revelas...beijocas
    Graça

    ResponderExcluir
  3. SÓ PRECISAMOS SER NÓS MESMOS, O ENTENDIMENTO ESTA EM NÓS, TUDO PARTE DE NÓS, O QUE CHEGA NO OUTRO É OUTRA COISA... NADA É REAL... TUDO É ALHEIO...

    BEIJOS, SAUDADE DE VOCÊ!

    ResponderExcluir
  4. Adorei... nos faz refletir até que ponto nos mostramos uma ou outra coisa para atender ao que esperam de nós. Isso tira da gente traços da nossa identidade ou os mesmos são dados pelos olhares de terceiros, qua quase sempre não sabem nada!!

    ResponderExcluir
  5. Gostei. Era sobre isso que eu pensava.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails